Moradores reclamam de abandono de prédios comprados pela Uerj em 2021 para abrigar cursos; estado já gastou R$ 20 milhões

  • 15/05/2024
(Foto: Reprodução)
Imóveis foram adquiridos em Vaz Lobo e Campo Grande. Estado gasta R$ 2,7 milhões por ano para manter a segurança dos prédios. Moradores denunciam abandono de prédios onde deveriam funcionar os novos campus da Uerj Moradores de Vaz Lobo, na Zona Norte do Rio, e de Campo Grande, na Zona Oeste, denunciam o abandono de duas obras onde deveriam funcionar novos prédios da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). O governo do estado investiu mais de R$ 20 milhões para comprar os imóveis. A analista de RH, Thaís Silva, fala que a educação foi deixada em segundo plano. “Não é prioridade, pareceu se tornar prioridade transformando o que estava parado numa coisa útil e importante, mas não parece." Há 2 anos, o prédio em Vaz Lobo tem andaimes e está abandonado. Em vez de educação, a preocupação no local é com a segurança. “As pessoas têm medo de passar em determinados horários, muito cedo ou muito tarde, coisas que a gente precisa se deslocar pra resolver as nossas coisas, e a gente fica com medo de passar. Vazio, quieto e medo realmente de uma abordagem, de um assalto ou coisa parecida”, fala Thaís. Prédio em Vaz Lobo tem andaimes e está abandonado Reprodução/TV Globo O terreno pertence ao estado desde 2021, que investiu R$ 7,1 milhões. As obras começaram em 2022. Há até pouco tempo, havia uma faixa indicando o prazo de 12 meses para a conclusão. Na manhã desta quarta-feira (15), havia movimentação de alguns operários no local. A Uerj prometeu oferecer cursos de administração, direito e enfermagem e até um vestibular social, como disse o então reitor numa entrevista em 2021. "Mais um campus, onde serão desenvolvidas as nossas atuais atividades, mas também serão criados novos cursos de graduação e de especialização", disse o ex-reitor da Uerj, Ricardo Lodi, em entrevista em outubro de 2021. Além da Zona Norte, a Zona Oeste também deveria ganhar um novo campus da Uerj. Mas no prédio, não há sinal de obras, apenas pichação. O governo do estado desembolsou pelos imóveis de Vaz Lobo e de Campo Grande mais de R$ 20 milhões. Em Campo Grande, são vários prédios interligados no mesmo quarteirão, com entradas pelas ruas Amaral Costa e Engenheiro Trindade, na região central do bairro. No local, o governo investiu mais R$ 13 milhões, mas os prédios estão parados há mais de 1 ano. “Parado e não resolve nada, tem que resolver o mais rápido possível porque os jovens estão querendo estudar”, diz uma mulher. “Se usassem em prol de fazer uma faculdade seria muito bom, mas parado do jeito que tá é dinheiro jogado fora”, diz outra pessoa. Obras em Campo Grande nem começaram; imóvel está todo pichado Reprodução/TV Globo Segundo a Uerj, quando estiverem prontas, as novas instalações de Campo Grande vão atender mais de 2 mil alunos das áreas de ciências biológicas, saúde, ciências exatas e engenharia. O preço de tanta demora é caro. Todo mês, o governo do estado gasta quase R$ 70 mil com a segurança dos prédios em Vaz Lobo e R$ 154 mil em Campo Grande. Somados, são R$ 2,685 milhões por ano. Sobre a reclamação dos moradores de que falta segurança, a Polícia Militar informou que atua nas regiões das obras em Vaz Lobo e em Campo Grande.

FONTE: https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2024/05/15/moradores-reclamam-de-abandono-de-predios-comprados-pela-uerj-em-2021-para-abrigar-cursos-estado-ja-gastou-r-20-milhoes.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 10

top1
1. Don't Wait Up

Shakira

top2
2. I'm Still In Love With You

Sean Paul

top3
3. Melhor Que Muita Gente

Israel & Rodolffo

top4
4. Olhar 43

RPM

top5
5. QUEBRA MINHA PROMESSA

Felipe Grilo

top6
6. In Da Club

50 Cent

top7
7. Shivers

Ed Sheeran

top8
8. Malandragem

Cássia Eller

top9
9. EL MAKINON

KAROL G, Mariah Angeliq

top10
10. Just The Way You Are

Bruno Mars


Anunciantes